Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

António Costa quer Sines como "nova porta" de entrada do gás natural na Europa

Primeiro-ministro diz que opção melhorará a "segurança energética" do continente.
Lusa 28 de Novembro de 2017 às 11:17
Porto de Sines
Porto de Sines
Porto de Sines
Porto de Sines
Porto de Sines
Porto de Sines
Porto de Sines
Porto de Sines
Porto de Sines
Porto de Sines
Porto de Sines
Porto de Sines
Porto de Sines
Porto de Sines
Porto de Sines
O primeiro-ministro desejou hoje que Sines se venha a tornar a "nova porta" de entrada do gás natural na Europa, melhorando assim a "segurança energética" do continente, ao invés da atual sujeição à Rússia ou à Argélia.

"Por exemplo, a segurança da Europa em matéria energética tem tudo a ganhar com a criação e desenvolvimento de um novo terminal que nos permita receber gás natural na fachada atlântica, no Porto de Sines, e diversificar as fontes de abastecimento da Europa, hoje dependentes da Rússia ou da Argélia. Podemos ser a nova porta para melhorar a segurança energética da Europa", disse António Costa.

O líder do executivo socialista discursava num evento sobre a estratégia portuguesa para a próxima década, em Lisboa.

"A defesa da Europa não se faz só com maior investimento em capacidade militar. Faz-se também investindo na ciência e desenvolvimento, novas competências e capacidades", declarou, no "'workshop' (oficina intelectual) Estratégia Portugal 2030" no Teatro Thalia, Lisboa, que reúne diversos especialistas internacionais sobre vários temas: desafio demográfico, digitalização, urbanização e mobilidade ou uso de recursos e economia circular.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)