Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

24 mil pessoas já emigraram

Face às fracas perspectivas de encontrar emprego em Portugal, 24 689 pessoas deixaram o País nos primeiros nove meses do ano, contribuindo para a redução de 0,1 % da taxa de desemprego registada em Setembro, após 14 meses de subidas consecutivas.
3 de Novembro de 2012 às 01:00
Desempregados estão a anular inscrições nos centros de emprego para trabalharem noutros países
Desempregados estão a anular inscrições nos centros de emprego para trabalharem noutros países FOTO: luís forra/lusa

De acordo com dados do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), estas pessoas anularam as inscrições nos centros de emprego, por terem encontrado ou para irem pro-curar trabalho noutros países. O número aumentou 45,4 % face a igual período do ano passado, altura em que o número de desempregados que emigrou se fixou em 16 977.

Estes 24 689 emigrantes juntam-se aos 100 mil a 120 mil portugueses que a Secretaria de Estado das Comunidades estima que tenham abandonado o País no ano passado, para trabalharem no estrangeiro.

A majoração do subsídio de desemprego para casais desempregados com filhos será mais baixa do que os 10 por cento anunciados pelo Governo, uma vez que só será feita após a subtracção da nova contribuição de 6 % para a Segurança Social, que será aplicada a todos os desempregados.

IEFP Desemprego Trabalho
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)