600 assistentes técnicos da Segurança Social aguardam reclassificação

Trabalhadores aguardam subida para técnicos superiores.
Por Raquel Oliveira|26.12.18
Mais de 600 assistentes técnicos da Segurança Social estão à espera desde 2016 de serem reclassificados como técnicos superiores, confirmou ao CM José Abraão, líder da Federação dos Sindicatos da Administração Pública (FESAP). A maioria está a desempenhar as funções de técnico superior mas a receber menos 245 euros mensais.

A FESAP contabilizava, em setembro, que apenas 70 dos 700 processos de mobilidade intercarreiras que deram entrada no Instituto de Segurança Social há mais de dois anos "viram o seu processo concluído".

Questionado pelo CM, o Instituto de Segurança Social adiantou que está a concluir a consolidação "de cerca de 300 processos". E justifica o atraso com a complexidade e a abrangência do processo. "Este é um processo que acarreta procedimentos de norte a sul do País, envolvendo um elevado número de trabalhadores e dirigentes, o que obriga a alargar no tempo a respetiva tramitação", adianta.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!