Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

650 mil sem trabalho

O desemprego em Portugal fechou 2010 com uma taxa de 10,9%. Segundo números do Eurostat (organismo de estatística da UE) ontem revelados, a taxa é revista em baixa, mas acima da média da União Europeia, de 9,6%.
2 de Fevereiro de 2011 às 00:30
São milhares os portugueses no desemprego
São milhares os portugueses no desemprego FOTO: direitos reservados

O número de desempregados no País continua num máximo histórico, mas o secretário de Estado do Emprego, Valter Lemos, diz que a tendência de desemprego é de estabilidade, e que o ano passado foi "bastante melhor" do que as previsões da "esmagadora maioria" dos comentadores, que apontavam para mais uma décima: ou seja, uma taxa de desemprego de 11%. No final de 2010 havia 650 mil portugueses sem trabalho.

Portugal tem a 5ª maior taxa de desemprego dos 27 da UE se tivermos em atenção que quatro países não entregaram os dados do último trimestre do ano. Valter Lemos salienta que o País está no 9º lugar, incluindo os países que não deram dados. O gabinete de estatística da União Europeia mostra que na Zona Euro a taxa de desemprego estabilizou nos 10%, perto de um máximo de 12 anos. São 23,1 milhões de europeus sem trabalho.

DESEMPREGO UNIÃO EUROPEIA PORTUGAL EUROSTAT
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)