Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

900 mil euros em boletins de voto para eleições de 2019

No total, três atos eleitorais deverão custar mais de dois milhões de euros.
26 de Setembro de 2018 às 08:50
Boletins de voto
Boletins de voto
Boletins de voto
Boletins de voto
Boletins de voto
Boletins de voto
Boletins de voto
Boletins de voto
Boletins de voto
Boletins de voto
Boletins de voto
Boletins de voto
Os boletins de voto para as três eleições que se vão realizar em 2019 (Parlamento Europeu, Assembleia de República e Assembleia Legislativa da Madeira) vão custar 900 mil euros.

A autorização para realizar a despesa foi esta terça-feira publicada em Diário da República. Quem vai pagar será a secretaria de Estado da Administração Interna e quem vai imprimir os boletins de voto é a Imprensa Nacional Casa da Moeda.

A somar a esta despesa com os boletins está o custo com as urnas de voto, a impressão dos cadernos de recenseamento e a remuneração dos membros das mesas (50 euros por pessoa).

No total, os três atos eleitorais deverão custar mais de dois milhões de euros.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)