Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

Açores: "práticas imorais" no comércio de leite

O Governo dos Açores denunciou esta sexta-feira a existência de "práticas imorais, que podem roçar a ilegalidade" na comercialização de leite europeu no mercado nacional, pedindo a intervenção das autoridades comunitárias.

6 de Janeiro de 2012 às 15:09
O Governo dos Açores denunciou esta sexta-feira a existência de "práticas imorais, que podem roçar a ilegalidade" na comercialização de leite europeu no mercado nacional
O Governo dos Açores denunciou esta sexta-feira a existência de 'práticas imorais, que podem roçar a ilegalidade' na comercialização de leite europeu no mercado nacional FOTO: Lusa

"Há determinadas práticas no âmbito da grande distribuição que se apresentam lesivas da produção nacional e que podem inclusivamente roçar práticas ilegais e que são, no mínimo, imorais", afirmou o secretário regional da Agricultura, Noé Rodrigues, que condenou a venda de leite espanhol no continente a preços mais baixos do que o leite nacional, receando que o produto chegue aos Açores. 

"Se temos no mercado um produto de um país europeu que é colocado ao consumidor a menos de metade do preço do leite que é pago ao nosso produtor, é óbvio que não parece ser uma medida muito simpática da parte da distribuição", frisou Noé Rodrigues, salientando que a resposta a este problema "não é regional, mas nacional e, principalmente, comunitária".  

Nesse sentido, recordou que "as regras de comercialização de produtos no seio da União Europeia (UE) são estabelecidas pela Comissão Europeia" e defendeu que "a situação deve ser fortemente condenada pelas autoridades comunitárias", através de "regras orientadoras e punitivas que proíbam de forma absoluta tais práticas que parecem dumping".  

"O que se está a verificar parece configurar uma prática imoral, que merece ser condenada porque é lesiva do interesse da produção nacional", declarou.

Na quinta-feira, a Associação Nacional de Produtores de Leite e Carne (APLC) denunciou ao comissário europeu da Concorrência a alegada prática de 'dumping' nos preços do leite praticada pelos hipermercados ‘Continente’. 

Numa carta endereçada a Joaquín Almunia, a APLC contesta a campanha de venda de leite espanhol ao consumidor ao preço de 13 cêntimos por litro, "muito abaixo dos custos de produção em qualquer país europeu", e pede ao comissário que esclareça a situação.  

No dia anterior, aquela cadeia de hipermercados tinha sido acusada pela indústria de lacticínios de promover a falência do sector nacional.  

Os responsáveis do ‘Continente’ consideraram, no entanto, que as acusações de 'dumping' são infundadas.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)