Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

ACUMULAR ACÇÕES DO BPI

“As melhores perspectivas económicas que se vislumbram poderão favorecer também a já boa ‘performance’ operacional e os resultados do BPI em 2004.” Assim opinam os especialistas do Barclays Bank, que aconselham os investidores a acumularem acções do BPI, para as quais estimam um potencial de valorização de 17 por cento.
4 de Julho de 2004 às 00:00
No último boletim financeiro, a instituição britânica lembra que o BPI alienou 16,7 por cento do capital da Cosec à Euler Hermes, reduzindo para 50 por cento a posição na companhia de seguros de créditos. Alienação essa bem recebida pelo mercado, “tendo o BPI apresentado uma das maiores valorizações da Bolsa portuguesa.”
Também a ter em conta, a venda de 20 por cento que o BPI detinha na Auto-Estradas do Atlântico. Do que resultou para o Banco dirigido por Fernando Ulrich uma mais-valia equivalente a cerca de oito a nove por cento dos lucros estimados para 2004: cerca de 15,5 milhões de euros. Segundo o Barclays, tais alienações permitiram ao BPI conseguir “já uma boa parte dos objectivos relativos ao resultado líquido para este ano.” Aliás, os lucros do primeiro trimestre de 2004 foram mais 25 por cento que os do mesmo período do ano passado, atingindo os 48,5 milhões de euros, ultrapassando a maioria das estimativas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)