Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

ADMINISTRADOR PEDE SUSPENSÃO DE FUNÇÕES

Manuel Serzedelo de Almeida, administrador da PT Multimedia, Portugal Telecom e do Banco Espírito Santo, que segundo o jornal ‘O Independente’ adquiriu e vendeu acções da PT Multimedia com acesso a informação privilegiada, pediu ontem a suspensão temporária das suas funções aos grupos onde era administrador.
25 de Janeiro de 2003 às 00:00
A Portugal Telecom e o Banco Espírito Santo já notificaram a Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) sobre a decisão do administrador. Manuel Serzedelo de Almeida é um dos mais importantes administradores do Banco Espírito Santo, sendo mesmo presidente executivo do Banco Espírito Santo de investimentos, acumulando ainda com a administração da Espírito Santo Dealer.

A presença deste engenheiro na administração das principais empresas do universo PT deriva do facto de o Grupo Espírito Santo ser o accionista de referência do maior grupo de telecomunicações português.

O caso das acções da PT Multimedia foi revelado pelo jornal ‘O Independente’ que adiantou que o negócio realizado pelo administrador com meio milhão de acções terá rendido uma mais-valia de 1,5 milhões de euros. Durante esta semana Manuel Serzedelo emitiu um comunicado em que assegurava que a compra do referido lote de acções, realizada através da Companhia de Cervejas Estrela, não tinha sido realizado com acesso a informação privilegiada.

Ontem ‘O Independente’ citou declarações de Patrick Monteiro de Barros, outro accionista de referência da PT, onde o investidor exigia explicações ao administrador.

Uma fonte da CMVM já afirmou ao Correio da Manhã que todas as transacções da PTM desde Outubro de 2002 estão sob investigação.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)