Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

Agricultura: Acesso a fundos comunitários pode estar em risco

A Associação da Lavoura do Distrito de Aveiro (ALDA) garantiu esta quinta-feira que o atraso do Governo na revisão do Parcelário Agrícola está a provocar o "caos no sistema", ameaçando o acesso de dezenas de milhares de agricultores a fundos comunitários.
29 de Março de 2012 às 15:18
Milhares de agricultures podem ver o acesso aos fundos comunitários bloqueado devido ao sistema informático do Governo
Milhares de agricultures podem ver o acesso aos fundos comunitários bloqueado devido ao sistema informático do Governo FOTO: Hugo Rainho

Em causa está o sistema informático do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP), ao qual é necessário aceder nesta fase para registo oficial das candidaturas ao PRODER - Programa de Desenvolvimento Rural.

Em cerca de 90 por cento dos casos registados pela ALDA o sistema não está a permitir a concretização das candidaturas por não dispor ainda de informação actualizada sobre a dimensão das explorações sujeitas à revisão do Estado no âmbito do Parcelário Agrícola.

Miguel Gomes, dirigente da ALDA, explicou com dados práticos: "Nas primeiras três semanas do período de candidaturas de 2011, fizemos 250 candidaturas. Este ano, em três semanas só conseguimos fazer 30. Ontem, em 30 atendimentos, só conseguimos fazer três e isto reflecte o caos que está no sistema".

O dirigente da ALDA alerta ainda que "os prazos começam a apertar" (terminam a 30 de Abril) e adianta que, se não houver um alargamento dos mesmos, "corre-se o risco de dezenas de milhares de agricultores não conseguirem fazer as suas candidaturas".

Para a ALDA, a prioridade é "desbloquear um problema informático que está a impedir o acesso a centenas de milhares de euros que pertencem aos agricultores e que são essenciais para que as suas explorações consigam continuar a subsistir, apesar da situação que se vive no país".

Agricultura fundos comunitários ALDA Governo sistema informático
Ver comentários