Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3

Aprovada possível entrada de novos investidores no BCP

Acionistas do banco aprovaram a medida.
21 de Abril de 2016 às 20:37
Nuno Amado, presidente do Millenium BCP
Nuno Amado, presidente do Millenium BCP FOTO: António Cotrim/Lusa
A assembleia-geral do BCP aprovou esta quinta-feira o aumento de capital sem direito de preferência para os acionistas e a supressão do direito de preferência em aumentos de capital que ocorram nos próximos três anos, até 20% do capital atual.

O ponto referente ao aumento de capital sem direito de preferência para os acionistas foi aprovado com 98,54% dos votos.

Já o ponto referente à supressão do direito de preferência para aumentos de capital no montante máximo de 20% da capitalização bolsista, a realizar em três anos, foi aprovado com 97,83% dos votos, por 44,05% do capital.

Esta autorização é vista como uma porta aberta à entrada de novos acionistas. A futura operação de reforço em causa, para a qual querem já a autorização, será de cerca de 500 milhões de euros.

Esta proposta é justificada pela administração com a "elevada volatilidade e instabilidade dos mercados financeiros", atual e previsível para "os tempos mais próximos".

Neste cenário, argumentam os autores da proposta, "pode fazer toda a diferença o estar ou não uma instituição em condições de aproveitar e concretizar com prontidão uma eventual disponibilidade de investimento por parte de investidores qualificados ou institucionais, que pode não se compadecer com os prazos, a demora, a complexidade e, sobretudo, as incertezas de atribuição próprias de 'rights issues' (ofertas públicas com preferência)".

Os acionistas do banco liderado por Nuno Amado, reunidos em assembleia-geral desde as 14h30, no Lagoas Park, em Oeiras, vão agora votar a proposta de reagrupamento de ações, no âmbito dos pontos nove e dez da ordem de trabalhos.
BCP Nuno Amado economia negócios e finanças finanças (geral) investidores
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)