Assinados 17 acordos para a cooperação económica entre Portugal e China

Xi Jinping aproveita estadia em Portugal para defender multilateralismo e livre comércio, sem falar na guerra comercial com os EUA.
Por Diana Ramos e Janete Frazão|07.12.18
  • partilhe
  • 0
  • +
Sem nunca se referir diretamente à guerra comercial com os Estados Unidos, o Presidente chinês aproveitou o último dia de visita de Estado a Portugal para deixar um recado: a China é um país que defende o multilateralismo e o livre comércio. Com o governo português foram esta quarta-feira assinados 17 acordos bilaterais de cooperação.

"As duas partes vão empenhar-se na promoção e aprofundamento da parceria estratégica global entre a China e a Europa, reforçar o apoio à cooperação nas organizações internacionais, como a ONU, salvaguardar conjuntamente o multilateralismo, o livre comércio, promover a paz, desenvolvimento, estabilidade e prosperidade mundiais", frisou Xi Jinping no Palácio de Queluz, onde foi recebido pelo primeiro-ministro português, António Costa.

O chefe de Estado chinês sublinhou também que os dois países vão "aprofundar a amizade e cooperação e levar a nossa parceria estratégica global para um novo patamar". E lembrou que "apesar de o Mundo atual enfrentar diversos problemas e desafios, a China vai aderir sempre ao princípio do respeito mútuo, consultas em pé de igualdade, e persistir no desenvolvimento pacífico e cooperação".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!