Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
7

Aumento só com obras

Dos 420 mil imóveis alugados, os arrendamentos serão mais caros em 140 mil (um terço) só depois de obras de reabilitação.
28 de Junho de 2006 às 00:00
A afirmação foi feita por Eduardo Cabrita, secretário de Estado da Administração Local, em entrevista publicada ontem pelo ‘Jornal de Negócios’. Hoje entra em vigor a reforma do arrendamento urbano. Mas os respectivos decretos regulamentares têm de ser promulgados pelo Presidente da República.
O governante acredita que a nova legislação dará uma nova dinâmica ao mercado e espera “que haja reabilitação em fogos que não estão ocupados e que sejam colocados no mercado, quer para arrendamento quer para aquisição.” Afirmou também que a reforma é para melhorar os centros das principais cidades.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)