Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Autarcas pagam estudo para travar portagens

Indignados com a posição do Governo, os autarcas do Vale do Sousa e ainda os da Maia e Valongo vão tentar em Tribunal impedir que sejam colocadas portagens na A41 e A42. Ontem, os presidentes das câmaras de Lousada, Felgueiras, Paços de Ferreira, Paredes e Penafiel afirmaram que é tempo de dizer "basta" a uma medida que, dizem, só visa esta sub-região e o Norte.
8 de Maio de 2010 às 00:30
Autarcas juntaram-se em conferência de imprensa e garantem que reuniões com Governo foram encenação
Autarcas juntaram-se em conferência de imprensa e garantem que reuniões com Governo foram encenação FOTO: D.R.

O processo em Tribunal, cuja forma jurídica ainda não está decidida, será interposto depois de concluído o estudo encomendado pelos municípios e que deverá estar terminado no início do próximo mês. Acreditam os autarcas que demonstrará que existem "factos materiais e de direito" para que a colocação de portagens seja impugnada. "É um crime de lesa região", resumiu indignado Celso Ferreira, presidente da Câmara de Paredes.

No final de uma semana em que todos estes autarcas estiveram reunidos com o secretário de Estado das Obras Públicas e das Comunicações, Jorge Magalhães, autarca de Lousada, assumiu o papel de porta-voz e considerou que as conversas com Governo não passaram de uma encenação. "Os autarcas não foram recebidos para discutir e para conversar, mas sim para serem confrontados com uma matéria já definida", frisou o presidente da Câmara de Lousada. Na sede da Valsousa, Jorge Magalhães referiu, inclusive, que a região está a ser vítima de "um evidente ataque" e de "uma discriminação negativa", por exemplo, em relação à população que utiliza a A28.

PORMENORES

DIFICULDADE

Jorge Magalhães revelou ter sido muito difícil encontrar em Portugal uma empresa que quisesse elaborar o estudo, pois todas têm ligações ao Estado.

ILEGAL

Celso Ferreira, autarca de Paredes, diz que a "A42 foi construída com fundos comunitários e como tal a colocação de portagens neste troço, assim como na A41, é ilegal".

20 SEGUNDOS

Segundo o autarca de Paços de Ferreira, a A42 será portajada porque a via alternativa àquela rodovia demora apenas menos 20 segundos.

Ver comentários