Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
6

Baixo rendimento dá isenção de IMI

Entrega da documentação só surte efeito na fatura de 2016.
Pedro H. Gonçalves 19 de Março de 2015 às 08:45
Quem não pediu isenção no ano passado vai este ano ter de suportar o imposto agravado
Quem não pediu isenção no ano passado vai este ano ter de suportar o imposto agravado FOTO: Pedro Catarino

As famílias com mais baixos rendimentos têm até ao dia 30 de junho para pedirem às Finanças a isenção do pagamento do Imposto sobre Imóveis (IMI) deste ano, que é pago em 2016. Na prática, quem no ano passado não pediu a isenção terá de pagar o imposto agravado pelo fim da cláusula de salvaguarda. Numa casa de 60 mil euros, o IMI deverá rondar os 200 euros.

Os agregados com um rendimento anual abaixo dos 15 295 euros que tenham um imóvel com avaliação inferior a 66 500 euros não têm de pagar IMI. Mas são muitos os portugueses que se esquecem de pedir ou desconhecem este benefício fiscal. "Basta ir às Finanças fazer prova dos rendimentos para ter este benefício fiscal, mas já vimos, em anos anteriores, que a maioria dos portugueses não sabe que pode pedir esta isenção", explica ao CM Luís Menezes Leitão, líder da Associação Lisbonense de Proprietários.

O responsável admite, contudo, que "como os valores da isenção são relativamente baixos excluem automaticamente a classe média". Algo que o faz antecipar o pior, dado que este ano já não existe o travão que limita o aumento do imposto. "Agora é que os portugueses se estão a aperceber da escandalosa carga fiscal sobre os imóveis. Temos casos de IMI que duplicou, triplicou e, nalguns casos, o proprietário vai pagar cinco vezes mais", afirma Menezes Leitão. A associação teme, por isso, penhoras das casas. "As pessoas vão chegar a uma situação em que só têm dinheiro para o IMI ou para a prestação da casa. Fica um por pagar e é penhorado", antecipa Menezes Leitão.

Desde o início deste mês que as Finanças estão a enviar as primeiras notas de cobrança.

isenção IMI rendimento famílias imóveis imposto