Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
6

Banca recupera 61 milhões/mês

Banca contrariou perdas de 2014 nos primeiros nove meses do ano.
Diana Ramos 13 de Novembro de 2015 às 17:40
Lucros da CGD, gerida por José de Matos, são ainda tímidos FOTO: Sérgio Lemos
Seis dos principais bancos em Portugal fecharam os primeiros noves meses do ano com lucros conjuntos de 541,9 milhões de euros. Até setembro, BCP, BPI, Caixa Geral de Depósitos (CGD), Santander Totta, Banif e Montepio recuperaram cerca de 61 milhões de euros por mês face aos prejuízos totais de 194,1 milhões registados no mesmo período do ano anterior.

Na quinta-feira, a Caixa tornou públicas as contas trimestrais e revelou lucros ligeiros: 3,4 milhões no final do terceiro trimestre. O número fica abaixo dos 46,3 milhões de euros do trimestre homólogo, mas os números não são diretamente comparáveis: em 2014, a CGD refletiu nas contas os 278,9 milhões de euros obtidos com a venda da área seguradora. Sem essa receita, os resultados do banco público teriam resvalado para 232,6 milhões de prejuízo. Em comunicado, a CGD lembra ainda que a "carga fiscal" também penalizou os lucros. Até setembro, a Caixa ainda registou imparidades no valor de 492,7 milhões de euros.

Quanto aos restantes bancos, o BCP foi o que deu o maior salto, recuperando de 109,5 milhões de prejuízos em setembro de 2014 para um resultado líquido positivo de 264,5 milhões. O Santander Totta mantém-se na trajetória dos ganhos, fechando o trimestre com 176,7 milhões de lucros. Logo atrás surge o BPI, com um resultado líquido de 151 milhões (acima dos 114,3 milhões de prejuízos do trimestre homólogo). Também o Banif, cuja situação financeira tem merecido preocupação dos analistas, fechou com ganhos: 6,2 milhões. Só o Montepio contrariou a tendência: teve prejuízos de 59,5 milhões de euros no terceiro trimestre de 2015.

banca BCP BPI CGD Santander Totta Banif e Montepio lucros
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)