Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

Banco de Portugal apreendeu quase 7.500 notas falsas no primeiro semestre

Notas contrafeitas de 50 e 20 euros foram as mais retiradas.
Jornal de Negócios e Lusa 26 de Julho de 2019 às 11:10
Dinheiro Euros notas

Ao longo do primeiro semestre foram apreendidas, em Portugal, 7.427 notas falsas, as quais foram retiradas de circulação, revelou esta sexta-feira, 26 de julho, o Banco de Portugal (BdP), salientando, porém, que o número de notas contrafeitas "continua a ser residual em relação à quantidade de notas em circulação".

O maior número de notas contrafeitas apreendidas diz respeito às de 50 euros (3.436) e 20 euros (2.486). Seguiram-se as notas falsas de 100 euros (524), 500 euros (479) e 200 euros (291).

As notas menos falsificadas a serem retiradas de circulação no primeiro semestre foram as de 10 euros (166) e 5 euros (45).

O BdP sublinha que as notas apreendidas "apresentam qualidade regular e podem ser identificadas tocando, observando e inclinando", sem que seja necessário recorrer a "qualquer instrumento de verificação".

A autoridade monetária nacional acrescenta que "é importante saber reconhecer a autenticidade das notas no momento em que são recebidas, dado que não é possível trocar uma nota contrafeita por uma nota genuína". 

A informação publicada no site do banco central recorda ainda que no passado dia 28 de maio "entraram em circulação as novas notas de 100 e 200 euros, que completaram a segunda série de notas de euro, a série Europa" e que "contêm novos elementos de segurança, um holograma-satélite e um número esmeralda melhorado que, em conjunto, tornam as notas de euro ainda mais seguras".

BdP Banco de Portugal Portugal notas falsas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)