Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

Banco de Portugal "deve voltar a ser uma instituição de referência", diz Centeno

Ex-ministro das Finanças ouvido na comissão de orçamento e finanças.
Lusa 8 de Julho de 2020 às 10:36
Mário Centeno
Mário Centeno FOTO: Lusa
Mário Centeno disse esta quarta-feira, no parlamento, que o Banco de Portugal deve voltar a ser uma instituição de referência e não se pode fechar numa torre de marfim, nem caracterizar a sua ação "pelo antagonismo ou isolacionismo".

"Conheço bem o Banco de Portugal. O Banco de Portugal deve voltar a ser uma instituição de referência em Portugal e na Europa, já que congrega muitos dos melhores técnicos formados nas universidades portuguesas. O Banco de Portugal tem de se tornar sinónimo de ação para enfrentar os inúmeros desafios, mas não o deve enfrentar numa torre de marfim, mas com a sociedade", disse o ex-ministro das Finanças na sua intervenção inicial na comissão de orçamento e finanças, onde está a ser ouvido no âmbito da sua indigitação para governador do Banco de Portugal.

O ex-ministro das Finanças do atual Governo, que saiu do executivo no início de junho, considerou ainda que o Banco de Portugal tem de exercer a sua ação em complementaridade com as outras instituições da República e em relação com a sociedade, não em antagonismo.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)