Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

Banif vai pedir adiamento do aumento de capital

Medida deverá adiar o pagamento ao Estado de parte do empréstimo obtido pela instituição.
28 de Maio de 2013 às 18:44

O Banif vai pedir às Finanças mais tempo para realizar o aumento de capital, disse à agência Lusa o presidente do banco, o que a concretizar-se também deverá adiar o pagamento ao Estado de parte do empréstimo obtido pela instituição.

"Considerando que até ao momento ainda não obtivemos o acordo de princípio da Direção-Geral da Concorrência [da Comissão Europeia] relativamente ao plano de reestruturação, o banco vai solicitar ao Ministério das Finanças uma reformatação da transação do aumento capital do banco", referiu o presidente executivo do Banif, Jorge Tomé.

Em janeiro, o Banif recebeu 1.100 milhões de euros de dinheiros públicos no âmbito de um processo de recapitalização que deixou o Estado com o controlo de mais de 90% da instituição. Em contrapartida, ficou obrigado a realizar um aumento de capital de 450 milhões de euros até ao final de junho para que o controlo do banco regressasse a mãos de investidores privados. O banco também se comprometeu a devolver ao Estado, até ao final de junho, 150 milhões de euros do financiamento que obteve.

Jorge Tomé garante que o pedido a fazer às Finanças "salvaguardará sempre o montante dos 450 milhões de euros" de aumento de capital previsto.

O Banif está desde janeiro a negociar com Bruxelas, através das Finanças, o plano de reestruturação que definirá a sua estratégia até 2017. Este plano, obrigatório devido aos 1.100 milhões de euros de dinheiros públicos que recebeu em janeiro, tinha março como data indicativa para estar fechado, mas tem vindo a arrastar-se.

Apesar de os outros bancos recapitalizados estarem também em negociações com Bruxelas (CGD, BCP, BPI), no caso do Banif, o atraso no fecho dos planos tem mais impacto devido aos prazos para realizar o aumento de capital.

banif banco finanças adiamento pagamento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)