Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Barata quer impugnar venda

O Grupo Fernando Barata pondera impugnar o processo de aquisição extrajudicial do Golfe de Marvão pelo Instituto do Turismo de Portugal. A empresa hoteleira, que também é credora do processo de insolvência da infra-estrutura, considera que o Instituto pretendente adquirir o golfe para o vender, posteriormente, ao The Edge Group.
25 de Janeiro de 2010 às 00:30
Golfe de Marvão serve de pastagem às ovelhas
Golfe de Marvão serve de pastagem às ovelhas FOTO: Pedro Galego

"O objecto social do Turismo de Portugal não é a compra e venda de empreendimentos. Tememos que esta operação seja para vender o golfe a outro investidor", frisa Paulo Lopes, do grupo hoteleiro. José Menezes e Castro, do The Edge Group, garantiu ao CM que a aquisição do golfe "está fora de questão". O grupo, liderado por Pais do Amaral, já tinha desistido da compra devido à impossibilidade de adquirir o aldeamento contíguo, Aldeia D’Azenha, obra do Grupo Fernando Barata.

CREDOR:

400 000 EUROS é o valor da dívida reclamado pelo Grupo Fernando Barata, no processo de insolvência do antigo Ammaia Clube Golfe de Marvão.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)