Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3

Barcos estão parados hoje sem alternativos

As ligações entre o Terreiro do Paço e o Barreiro são hoje afectadas pela greve dos trabalhadores da Soflusa marcada para as horas de ponta. A empresa não irá disponibilizar transportes alternativos, esclareceu ontem a Soflusa em comunicado.
30 de Janeiro de 2012 às 01:00
Ligações entre Barreiro e Lisboa são retomadas a partir das 19h45
Ligações entre Barreiro e Lisboa são retomadas a partir das 19h45 FOTO: Pedro Catarino

Os primeiros barcos a retomar as ligações estão previstos para as 10h40, a partir do Barreiro, e para as 11h10, a partir do Terreiro do Paço. À tarde, a greve suspende de novo as ligações fluviais entre Lisboa e o Barreiro, a partir das 15h50. Ainda de acordo com a Soflusa, o último barco parte do Barreiro às 16h00 e do Terreiro do Paço às 15h50.

As ligações fluviais entre as duas cidades são retomadas a partir das 19h45 (Barreiro) e 20h30 (Terreiro do Paço).

A Soflusa marca assim o regresso dos protestos dos trabalhadores das empresas públicas de transportes, que voltam a paralisar, em Lisboa e no Porto, no próximo dia 2 de Fevereiro. Os trabalhadores do Metro de Lisboa, Carris, Refer, CP e STCP já entregaram os pré-avisos para a paralisação de 24 horas da próxima quinta-feira.

Para já, apenas os STCP têm previsto a realização de serviços mínimos para dia 2 de Fevereiro, que abrangem apenas o período da madrugada (entre as 02h00 e as 05h00), de acordo com a decisão do tribunal arbitral do Conselho Económico e Social.

Entretanto, estão também marcadas greves às horas extraordinárias na CP, mas as perturbações não são visíveis.

CGTP CONVOCA MANIFESTAÇÃO NACIONAL DIA 11

A somar o apoio às paralisações dos transportes previstas para esta semana, a CGTP vai avançar com uma manifestação nacional no próximo dia 11, em Lisboa. Para além dos trabalhadores e precários, a plataforma sindical deixou ainda o apelo à participação de pensionistas na iniciativa, que justifica com a retirada de direitos laborais e sociais, "contra a resignação, contra os medos, por alternativas, por mudança", disse Carvalho da Silva quando divulgou a manifestação. Apesar das relações tensas com a UGT, após a assinatura do acordo de concertação social com Governo e patrões, a estrutura, agora liderada por Arménio Carlos, já estendeu o convite à participação da central sindical na marcha.

FUNCIONÁRIOS DA TAP EM PLENÁRIO

Os trabalhadores da TAP (administrativos, manutenção e pessoal de terra) têm marcado um plenário para a próxima sexta-feira para decidir que acções de protesto vão desencadear na sequência das reduções salariais e cortes de subsídios de férias e de Natal. Recorde-se que o Governo não aceitou o regime de excepção e a administração da TAP anunciou quinta--feira aos trabalhadores que iria proceder aos cortes.

Em protesto, os trabalhadores acabaram por fechar, sexta--feira à tarde , os portões de acesso ao complexo de edifícios da TAP no aeroporto de Lisboa, impedindo a entrada e saída de carros até às 20h30. Entretanto, os sindicatos que representam os trabalhadores da NAV vão fazer paralisações de duas horas por turno entre os dias 8 e 12 de Fevereiro, anunciou já a Comissão de Trabalhadores (CT) da empresa de navegação aérea.

BARCOS LIGAÇÕES BARREIRO LISBOA GREVE CGTP TAP FUNCIONÁRIOS
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)