Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

BCP despede 600 trabalhadores e poupa 30 milhões

O BCP quer cortar 600 trabalhadores até final de 2013, disse esta segunda-feira o presidente do banco, Nuno Amado, referindo que com as saídas de pessoal pretende poupar cerca de 30 milhões de euros.
5 de Novembro de 2012 às 18:35
Nuno Amado revela plano para reduzir custos com pessoal
Nuno Amado revela plano para reduzir custos com pessoal FOTO: João Relvas/Lusa

"O objectivo mínimo é de reduzir 600 colaboradores no total e implicar para o ano que vem uma redução de custos de 30 milhões de euros", disse Nuno Amado, na conferência de imprensa de apresentação de resultados entre Janeiro e Setembro, em que o banco registou prejuízos de 796,3 milhões de euros.

O plano de redução do pessoal decorre entre este ano e o próximo através de rescisões amigáveis e reformas antecipadas, acrescentou.

O BCP fechou o terceiro trimestre deste ano com 9.866 trabalhadores, menos 93 do que no final de 2011.

Em termos de custos com pessoal, o ano passado, o BCP gastou 545 milhões de euros. Este ano, até Setembro, estes custos foram de 397 milhões de euros.

Além dos custos com pessoal, Nuno Amado disse ainda que pretende que o banco poupe cerca de 50 milhões de euros com custos gerais, devendo cortar em parcelas como consultorias.

plano BCP trabalhadores prejuízos nuno amado custos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)