Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
6

BCP perde 5,4 mil milhões de euros

O maior banco privado português terminou a sessão de ontem com a capitalização bolsista (valor de mercado)de 10,075 mil milhões de euros, menos 5,453 mil milhões do que há três meses.
26 de Setembro de 2007 às 00:00
BCP perde 5,4 mil milhões de euros
BCP perde 5,4 mil milhões de euros FOTO: Estela Silva, Lusa
No dia 26 de Junho, os títulos do BCP atingiram o máximo de 4,3 euros. Então, o valor de mercado da instituição financeira presidida por Paulo Teixeira Pinto era de 15,528 mil milhões de euros, o mais elevado de sempre. Tal máximo do ano, quase um mês depois da assembleia geral de accionistas de 28 de Maio, aconteceu quando Joe Berardo e outros accionistas queriam Paulo Teixeira Pinto a gerir sem a interferência dos elementos afectos a Jorge Jardim Gonçalves, presidente do conselho geral e de supervisão.
No entanto, desde a saída de Paulo Teixeira Pinto, após a assembleia geral de accionistas de 27 do mês passado, Jorge Jardim Gonçalves voltou a marcar pontos. Sucedeu a Paulo Teixeira Pinto no cargo de presidente do conselho de administração executivo Filipe de Jesus Pinhal, apoiante de Jardim Gonçalves.
Em causa, continua o modelo de governação do BCP.
Conforme noticiámos, a empresa Teixeira Duarte tentou concertar posições entre os accionistas relevantes. Em vão. Agora, o presidente da construtora, Pedro Teixeira Duarte, diz que Jardim Gonçalves está a dividir os accionistas, porque não acredita na isenção da comissão que reflecte sobre o actual modelo de governação.
As acções do BCP fecharam ontem a 2,79 euros, com uma quebra de 5,42 por cento.
PERFIL
Jorge Jardim Gonçalves nasceu no Funchal, em 1936. É formado em Engenharia Civil. Membro do Opus Dei. Era administrador do Banco da Agricultura quando se deu o 25 de Abril. Após o exílio em Madrid, voltou a Portugal para presidir ao BPA e, em 1985, fundar o BCP.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)