Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

BE quer anular privatização da Galp

O BE anunciou este sábado que vai apresentar na Assembleia da República uma proposta para anular a privatização da Galp, considerando a operação como “financeiramente desajustada, politicamente desastrosa e socialmente negativa”.
27 de Setembro de 2008 às 17:59
BE quer anular privatização da Galp
BE quer anular privatização da Galp FOTO: D.R.

“No Orçamento de Estado apresentaremos uma proposta para anular esta fase de privatização da Galp, em nome da defesa dos contribuintes, em nome da defesa da sustentação orçamental, porque esse é o aspecto fundamental”, afirmou o líder bloquista, Francisco Louçã.

Segundo o dirigente, “além de perderem aquilo que é público e que é vendido barato demais  para favorecer os lucros de quem vier a ter esta parte da Galp, os contribuintes  ainda vão pagar a diferença em relação ao que se vai perder de valor fundamental  da petrolífera, como impostos e com preços especulativos que a Galp terá  agora mais facilidade em aplicar”.

Louçã afirmou que a alienação deste capital retira ao Estado  'capacidade de controlar um sector estratégico' e criticou o facto de o  negócio ser feito por ajuste directo, permitindo a escolha do comprador  e favorecimentos no preço. 

O líder do BE considerou ainda a operação “estranha”, pois “em vez de serem vendidos os  sete por cento da Galp, o que o Governo faz é emitir obrigações, pelas quais  vai pagar juros, a quem comprar esses títulos e daqui a cinco anos, depois  de ter pago juros, vai entregar as acções da Galp a troco dessas obrigações”.     

Para Francisco Louçã, esta operação representa uma perda de dinheiro e uma “política estrategicamente desastrada”.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)