Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Belmiro vai investir milhões em Lagos

A Sonae e a Câmara de Lagos chegaram a um acordo que vai permitir ao grupo de Belmiro de Azevedo avançar com novas unidades turísticas no concelho. O valor do investimento não está contabilizado, "mas será de centenas de milhões de euros", revela Júlio Barroso, presidente da autarquia.

5 de Março de 2012 às 01:00
As torres abandonadas há 38 anos na zona da Ponta da Piedade vão ser finalmente concluídas
As torres abandonadas há 38 anos na zona da Ponta da Piedade vão ser finalmente concluídas FOTO: Direitos reservados

Segundo o acordo, as duas torres inacabadas, desde o 25 de Abril, na zona da Ponta da Piedade serão transformadas em unidades de alojamento turístico. Os prédios terão um máximo de 10 andares de altura, ficando o último piso acessível ao público (deverá ser construído um restaurante panorâmico).

No total, deverão ser criados mais de uma centena de apartamentos turísticos, sendo os lotes de terreno existentes junto às torres – que também são da Sonae – transformados em piscinas, campos de ténis e outros equipamentos. Na zona será ainda construído um aldeamento turístico, já aprovado.

O entendimento com a Sonae permitiu ainda resolver o diferendo sobre o terreno de 4 mil m2 que o grupo tem na rua do Baluarte. Assim, o imóvel será cedido à Câmara para ajardinamento e criação de estacionamento. A Sonae entregará ainda 120 mil euros. Em contrapartida, a Câmara cede um terreno junto ao hotel Aqualuz (propriedade da Sonae) para construção de um edifício. Uma fracção fica para a autarquia.

PROTOCOLO LEVOU DOIS ANOS A SER NEGOCIADO

"Este entendimento demorou cerca de dois anos a ser obtido", diz Júlio Barroso, presidente da Câmara de Lagos, garantindo que são respeitados todos os instrumentos de ordenamento do território. O autarca salienta que a matéria irá à próxima reunião de Câmara e à Assembleia Municipal.

O autarca explica ainda que, no caso das torres inacabadas da Ponta da Piedade (o mais conhecido mamarracho do concelho), a Sonae deve apresentar os projectos ainda este ano e realizar as obras no prazo de cinco anos. Além da componente turística, o protocolo prevê ainda a possibilidade de ampliação do supermercado Continente.

CÂMARA LAGOS BELMIRO DE AZEVEDO TURISMO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)