Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

Bens de autarquias podem ser penhorados

A Águas de Portugal (ADP) admite penhorar os bens municipais de algumas autarquias que mantêm dívidas de curto prazo com aquela empresa, que atingem os 145 milhões de contos.
19 de Agosto de 2005 às 16:05
Segundo avança na sua edição desta sexta-feira o jornal "Diário Económico", Pedro Serra, presidente da holding pública, considera a situação "muito preocupante", justificando que as dívidas de curto prazo das autarquias atingem 145 milhões de euros e o agravamento das facturas é de 50%.
As dívidas maiores pertencem aos municípios de Lisboa, Loures e Aveiro. A fim de saldar estas dívidas, a ADP exclui a possibilidade de corte do serviço de abastecimento de água aos concelhos devedores, mas admite pedir a penhora de bens depois do problema do endividamento autárquico ser levado à tutela.
A AdP adianta que já chegou a alguns acordos de factoring que cobrem cerca de 20 milhões dos 145 milhões de euros em dívida.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)