Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

Berlim avisa que crise não acabará com a cimeira da UE

O Conselho Europeu do próximo dia 23 irá permitir avanços "sensíveis" mas não irá resolver de um só golpe a crise da dívida na Europa, preveniu esta segunda-feira o porta-voz do governo alemão, Steffen Seibert.
17 de Outubro de 2011 às 13:21
Merkel avisou que não há forma de se realizarem os sonhos de ver a crise terminada no dia seguinte à cimeira
Merkel avisou que não há forma de se realizarem os sonhos de ver a crise terminada no dia seguinte à cimeira FOTO: Reuters

"A chanceler Angela Merkel avisou que não há forma de se realizarem os sonhos de ver a crise terminada no dia seguinte à cimeira", declarou Seibert numa conferência em Berlim, acrescentando, no entanto, esperar que se avance "de forma sensível".   

"São etapas de trabalho importantes num longo caminho que nos levará certamente longe no próximo ano", acrescentou o porta-voz.  

A chanceler alemã deverá submeter na próxima sexta-feira, dia 21, à apreciação do Bundestag - câmara baixa do Parlamento alemão - a política do seu governo para a Europa, na perspectiva do Conselho Europeu do domingo seguinte.   

De acordo com Steffen Seibert, Merkel não deverá fazer no seu discurso qualquer referência às negociações com os parceiros europeus com vista à finalização de um plano global de solução da crise das dívidas soberanas, que deverá incluir medidas de recapitalização dos bancos europeus e o reforço  das regras de supervisão.   

berlim crise alemanha união europeia conselho europeu merkel
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)