Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3

BOA SUBIDA DA PT

A PT voltou a ser ontem o papel a evidenciar-se pela positiva. Com uma valorização de 1,56 por cento, para 8,45 euros, a maior operadora portuguesa de telecomunicações ficou no primeiro lugar das subidas do PSI 20.
28 de Agosto de 2004 às 00:00
Graças à PT, o principal índice da praça financeira portuguesa terminou a sessão nos 7099 pontos, com uma progressão de 0,17 por cento. Os outros pesos-pesados fecharam inalterados. Ou seja: o BCP e a EDP mantiveram-se a 1,71 euros e a 2,27 euros respectivamente.
A Corticeira Amorim e a Gescartão foram os outros títulos com as maiores subidas. A empresa de Américo Amorim fechou a 1,21 euros, com um ganho de 0,83 por cento; a fabricante de papel ‘kraft’ foi para 9,99 euros, mais 0,71 por cento.
A Brisa, após o máximo anual de anteontem, desceu 1,47 por cento, para 6,03 euros. A quebra deveu-se a tomada de mais-valias.
Dos títulos perdedores, a primeira posição foi ocupada pela Teixeira Duarte. A construtora desceu 1,74 por cento, para 1,13 euros. Na terceira posição, a seguir à Brisa, ficou a Semapa. A empresa de Pedro Queiroz Pereira caiu 1,04 por cento, para 3,81 euros.
A Sonae SGPS, que foi o papel mais negociado, com quase 4,8 milhões, manteve-se a 87 cêntimos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)