Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

Bolsas europeias em alta, animadas com avanço das vacinas contra a Covid-19

Cerca das 08h45 em Lisboa, o EuroStoxx 600 valorizava-se 0,69% para 392,30 pontos.
Lusa 23 de Novembro de 2020 às 09:11
Bolsa
Bolsa FOTO: Getty Images
As principais bolsas europeias abriram esta seguda-feira em alta, animadas com a publicação dos avanços das diferentes vacinas contra a covid-19.

Cerca das 08:45 em Lisboa, o EuroStoxx 600 valorizava-se 0,69% para 392,30 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt avançavam 0,52%, 0,87% e 0,83%, respetivamente, bem como as de Madrid e Milão que subiam 0,85% e 1,03%.

Depois de ter aberto em alta, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 08:45, o principal índice, o PSI20, avançava 0,47% para 4.445,99 pontos.

Precisamente, antes da abertura dos mercados, soube-se que a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca demonstrou ter uma eficácia média até 70% para prevenir infeções com efeitos secundários graves, num grande ensaio clínico realizado no Reino Unido e no Brasil.

A eficácia foi entre 62% e 90% consoante a dose, sublinharam a AstraZaneca e a Universidade de Oxford.

Há dias, as farmacêuticas Pfizer e Moderna anunciaram que a eficácia da sua vacina era de 95%.

Mas, apesar dos avanços das vacinas, as bolsas continuam a estar afetadas com o aumento dos contágios em muitos países e os sinais que a recuperação da economia norte-americana desacelerou.

Hoje, os investidores aguardam a publicação dos indicadores PMI preliminares de novembro.

Na sexta-feira, a bolsa de Nova Iorque fechou em baixa, com o Dow Jones a descer 0,75% para 29.263,48 pontos, contra o atual máximo desde que foi criado em 1896, de 29.950,44 pontos em 17 de novembro.

No mesmo sentido, o Nasdaq terminou a desvalorizar-se 0,42% para 11.854,97 pontos, contra o atual máximo de sempre, de 12.056,33 pontos, em 02 de setembro.

A nível cambial, o euro abriu hoje em alta no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1872 dólares, contra 1,1857 dólares na sexta-feira e o máximo desde 15 de maio de 2018, de 1,1944 dólares, em 31 de agosto.

O barril de petróleo Brent para entrega em janeiro abriu também com tendência positiva, a cotar-se a 45,66 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 44,96 dólares na sexta-feira e o máximo desde março, de 48,29 dólares, em 25 de agosto.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários