Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

BPI fecha a 6,7 euros

O BPI terminou a sessão de ontem com um ganho de 2,76 por cento, para 6,7 euros, um euro acima do valor da oferta pública de aquisição lançada pelo BCP.
21 de Abril de 2007 às 00:00
Fernando Ulrich
Fernando Ulrich
A instituição financeira presidida por Fernando Ulrich, que transaccionou mais de 5,2 milhões de títulos, atingiu o máximo de 6,75 euros a meio da sessão e foi a segunda empresa mais valorizada do PSI 20. A progressão do BPI é por os investidores esperarem que o BCP suba o preço da OPA. Com a cotação de ontem, o BPI ultrapassa os cinco mil milhões de euros de capitalização bolsista.
A Sonae SGPS foi o título com a valorização mais elevada: 3,08 por cento, para 2,01 euros.
Na terceira posição das subidas, ficou a Sonaecom, que fechou a 4,92 euros, com uma progressão de 2,71 por cento.
O PSI 20 terminou a sessão nos 12,200 pontos, mais 0,94 por cento. Os principais índices europeus tiveram ganhos superiores. O francês Cac 40 avançou 1,88 por cento; o espanhol Ibex 35, 1,75 por cento, voltando a ultrapassar a barreira dos 15 mil pontos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)