Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

BPN perde 2,3 mil milhões em depósitos

No final de 2008, o banco tinha recursos de 5,1 mil milhões de euros, valor que hoje é inferior a três mil milhões.
7 de Janeiro de 2011 às 00:30
O Banco Português de Negócios, fundado por Oliveira e Costa, foi nacionalizado em Novembro de 2008
O Banco Português de Negócios, fundado por Oliveira e Costa, foi nacionalizado em Novembro de 2008

O BPN perdeu mais de dois mil milhões de euros em depósitos, desde a nacionalização em 2008 até Setembro de 2010, de acordo com os últimos resultados divulgados pela administração do banco.

Só nas últimas duas semanas, o BPN terá perdido 200 milhões de euros, fuga a que não deverão ser alheios o facto de a gestão estar a ser criticada publicamente, nomeadamente por Cavaco Silva, e o falhanço da tentativa de venda do banco por concurso público. Em Novembro, nenhum banco apresentou propostas, por considerar que se trata de um negócio de elevado risco financeiro.

O relatório e contas do BPN de 2009 dá conta da existência de depósitos de clientes, no final de 2008, entre depósitos à ordem, a prazo e outros, de 5,1 mil milhões de euros. Um ano depois, o valor tinha caído para cerca de 3,2 mil milhões de euros, ou seja, uma queda de 37,5%. Já as contas mais recentes divulgadas ao mercado, relativas ao terceiro trimestre de 2010, revelam a existência de recursos dos clientes no valor de apenas três mil milhões de euros. A este valor, há que retirar ainda 200 milhões de euros de fuga de depósitos registada nos últimos quinze dias, segundo fonte da instituição afirmou à Lusa. Assim, os depósitos no BPN passaram de 5,1 mil milhões de euros em 2008 para 2,8 mil milhões. Ou seja, perdeu 2,3 mil milhões.

Os números deverão ser ainda mais gravosos, já que falta contabilizar os últimos três meses do ano passado, que, a julgar pelas notícias mais recentes, deverão confirmar novas perdas.

Note-se que parte destes depósitos foi transferida para a Caixa Geral de Depósitos (CGD), que está actualmente a gerir a instituição, na sequência da nacionalização em Novembro de 2008. Isto apesar de o BPN oferecer mais 0,25% pelos depósitos do que o outro banco público, a CGD . 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)