Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

BPP vendeu produtos "à margem da lei"

Vários clientes do Banco Privado Português (BPP) adquiriram produtos de retorno absoluto que “estavam a ser comercializados à margem da lei”, nomeadamente os subscritores da aplicação ‘Short Term Liquidity Capital’.
11 de Março de 2009 às 08:34
BPP vendeu produtos 'à margem da lei'
BPP vendeu produtos 'à margem da lei' FOTO: D.R.

A notícia é avançada esta quarta-feira pelo jorna ‘Diário Económico’, segundo o qual o denominado ‘Short Term Liquidity Capital’ (STLC) foi um dos produtos subscritos, com taxas de rendibilidade que atingem os 5,25%.

As cláusulas contratuais gerais deste produto não estavam aprovadas pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), denuncia o jornal.

Ainda de acordo com o ‘Diário Económico’, o caso pode vir a  justificar processos de contra-ordenação contra os responsáveis da anterior administração que não comunicaram à CMVM as condições aplicáveis ao produto em causa.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)