Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
7

Braço-de-ferro na Galp

A Eni anunciou ontem, em Lisboa, que tem um plano de investimentos para a Galp de três mil milhões de euros. O anúncio foi feito por dois altos responsáveis da empresa italiana e surge na sequência de notícias que davam como paradas as negociações com o Estado português.
29 de Novembro de 2005 às 00:00
Responsável da Eni em Lisboa
Responsável da Eni em Lisboa FOTO: Mariline Alves
Segundo o Ministério da Economia, a Eni não cumpriu o acordo que estabeleceu em Janeiro e recusou todas as alternativas propostas e avançou com ofertas inaceitáveis.
A ENI exercerá a opção de aumentar a participação no capital da Galp Energia de 33,34 para 43 por cento, até 31 de Dezembro, se “for necessário”, afirmou entretanto à agência Lusa o director-geral da divisão de gás e electricidade da empresa.
A empresa italiana, que entrou no capital da Galp em 2000, continua a considerar a sua posição “estratégica” e tem planos que permitirão “duplicar a dimensão” da empresa, garantiram os responsáveis.
Entre os projectos, encontra-se a integração das estações de serviço Agip e Galp (em Portugal e Espanha) e uma cooperação com a Union Fenosa Gas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)