Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

Brasil interessado na inovação tecnológica portuguesa

O Brasil está interessado em "absorver" a inovação tecnológica verificada em Portugal "nos últimos anos", sobretudo nas áreas das energias renováveis e da mobilidade eléctrica, anunciou este sábado um governante do estado brasileiro de Minas Gerais.

21 de Janeiro de 2012 às 20:03
Para Nárcio Rodrigues, Portugal "avançou muito na inovação tecnológica, especialmente nas energias renováveis"
Para Nárcio Rodrigues, Portugal 'avançou muito na inovação tecnológica, especialmente nas energias renováveis' FOTO: Lusa

"O Brasil pode ser um 'parque' a absorver estas tecnologias, extremamente úteis ao mundo moderno", garantiu o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação do estado de Minas Gerais, Nárcio Rodrigues.  

O governante e a sua comitiva foram recebidos em Évora, nos Paços do Concelho, este sábado, onde ficaram a conhecer o projecto da rede eléctrica inteligente da EDP InovCity/Smart Grid, de que a cidade alentejana é o "tubo de ensaio".  

Além disso, as potencialidades turísticas da região e o projecto da construtora aeronáutica brasileira EMBRAER, que está a edificar duas fábricas em Évora, também estiveram em foco.  

Lembrando a actual crise em Portugal, como noutros países da Europa, o governante referiu que "é hora" de o Brasil agir "de forma solidária com Portugal".  

Portugal "avançou muito, nos últimos anos, na inovação tecnológica, especialmente nas energias renováveis", disse, apontando igualmente o carro eléctrico como "uma experiência portuguesa que vai servir para o mundo". 

"Não vejo nenhuma dificuldade em que possamos avançar com a transferência destas tecnologias para o Brasil, num ambiente de parceria que pode permitir que sejam aplicadas lá, com resultados para ambos os países", sublinhou. 

O projecto da rede eléctrica inteligente da EDP também foi alvo de elogios de Nárcio Rodrigues, que referiu que decorre no seu estado um estudo similar e que "não há hoje cidade no Brasil" que não queira "ter o sistema de Smart Grid implantado".  

Quanto ao presidente do Município de Évora, José Ernesto Oliveira, salientou que "Évora está muito bem colocada" quando se trata de estreitar laços e fomentar parcerias com o Brasil, já que a EMBRAER "é uma carta de referência muito importante", afirmando esperar que esta visita possa dar origem a negócios futuros.  

Brasil Tecnologias Mobilidade Electrica EDP Nárcio Rodrigues Évora
Ver comentários