Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

Bruxelas e Governo negam 2.º resgate

Negociações em curso visam apenas concluir o atual programa de ajuda financeira.
29 de Setembro de 2013 às 01:00
A Comissão Europeia diz que as negociações em Lisboa destinam-se só a implementar o programa
A Comissão Europeia diz que as negociações em Lisboa destinam-se só a implementar o programa FOTO: José Sena Goulão/EPA

O cenário de um novo pacote de ajuda financeira a Portugal não está a ser preparado em Bruxelas, "nem parcialmente nem de qualquer outra forma", garantiu ontem a Comissão Europeia. As negociações para um segundo resgate financeiro ao País foram também rejeitadas pelo Governo.

Em comunicado, o Ministério das Finanças afirma que "não há quaisquer negociações ou referências sobre o segundo programa de resgate a Portugal". O mesmo documento sublinha que o Executivo "está a trabalhar com os representantes da Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional (troika) no âmbito da atual missão em curso para garantir a sua conclusão com sucesso nos próximos dias".

As afirmações do Ministério das Finanças fizeram eco das palavras do porta-voz dos Assuntos Económicos da Comissão Europeia, Simon O’Connor, que garantiu que "essa informação é absolutamente incorreta" e não corresponde ao ponto de vista da Comissão.

"As discussões que decorrem em Lisboa estão exclusivamente focadas em garantir a implementação bem-sucedida do programa acordado para Portugal, de modo a criar as condições para uma retoma económica sustentável e para um regresso à criação de postos de trabalho", sustentou O’Connor, em reação a uma notícia publicada no jornal ‘Público’ que dava conta de que um segundo resgate "é visto em Bruxelas como o cenário mais provável".

Bruxelas resgate governo ajuda financeira Troika Lisboa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)