Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

BRUXELAS RETIRA PESTICIDAS DO MERCADO

A Comissão Europeia anunciou ontem em Bruxelas que 320 substâncias utilizadas no fabrico de pesticidas vão ser retiradas do mercado até Julho de 2003.
4 de Julho de 2002 às 23:11
O executivo comunitário espera que o desaparecimento destas "substâncias activas", que servem para fabricar produtos fitossanitários (entre os quais insecticidas, fungicidas e herbicidas), permita reduzir o perigo para o ambiente e a saúde humana.

Os utilizadores, grossistas e comerciantes de produtos fitossanitários devem-se informar sobre se os produtos que vendem são susceptíveis de ser retirados, para evitar a situação de virem a possuir nas suas "existências" produtos inutilizáveis.

"Os agricultores devem contactar as autoridades para saber quais os produtos a retirar", disse uma porta-voz da Comissão Europeia. A maior parte destes produtos deixarão de ser comercializados porque os seus fabricantes decidiram não apresentar provas em como os mesmos satisfazem as normas de segurança em vigor na UE. A porta-voz explicou que a medida "é o início" do processo e que Bruxelas prevê que se retirem mais 150 em Julho de 2003.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)