Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

Buraco nas empresas de Cunha

As empresas geridas pelo ex-comissário da Expo’98, Cardoso e Cunha, entre 1998 e 2003, apresentam um buraco financeiro de 15 milhões de euros.
16 de Setembro de 2006 às 00:00
Entre outras irregularidades na Investimentos e Produções Internacionais de Cervejas e Cervejeira de Nampula, encontram-se desvios de verbas para sociedades localizadas noutros países.
De acordo com a edição de ontem do ‘Público’, o gestor já nada tem em seu nome pessoal nem no da esposa. No final do ano passado, Cardoso e Cunha, que chegou a ser dois anos antes presidente da TAP, viu declarada a sua falência pessoal por não ter contas em Portugal.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)