Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Burlão na cadeia gere insolvência de empresa

Antigo administrador da APIMA cumpre sete anos de cadeia.
24 de Março de 2014 às 09:05
Rui Ramos, o antigo diretor da Associação Portuguesa da Indústria do Imobiliário e Afins
Rui Ramos, o antigo diretor da Associação Portuguesa da Indústria do Imobiliário e Afins FOTO: Egidio Santos / MEIOFORMATO

Rui Ramos – o antigo diretor da Associação Portuguesa da Indústria do Imobiliário e Afins (APIMA) – continua a gerir a insolvência de uma empresa de móveis, embora esteja a cumprir há mais de um mês uma pena de sete anos de cadeia por desviar meio milhão de euros.  

O burlão notificou o processo, que decorre em Paredes, de que "por motivos pessoais" iria demitir-se das funções de administrador de insolvências, mas a juíza ainda não procedeu à sua substituição, como aconteceu de imediato noutros casos. 

Os advogados dos credores já vieram contestar a manutenção do burlão como administrador da insolvência e informaram a juíza da sua prisão. O ex-diretor da APIMA está detido na cadeia de Custóias.

burla burlão cadeia gestão insolvência empresa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)