Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Caixa Geral de Depósitos sobe comissões em janeiro de 2020  

Custo de utilização da caderneta volta a ser agravado para facilitar sua extinção.
Raquel Oliveira 10 de Outubro de 2019 às 08:44
Caixa Geral de Depósitos
Caixa Geral de Depósitos
Sede da Caixa Geral de Depósitos, em Lisboa
Caixa Geral de Depósitos
Caixa Geral de Depósitos
Caixa Geral de Depósitos
Sede da Caixa Geral de Depósitos, em Lisboa
Caixa Geral de Depósitos
Caixa Geral de Depósitos
Caixa Geral de Depósitos
Sede da Caixa Geral de Depósitos, em Lisboa
Caixa Geral de Depósitos
A Caixa Geral de Depósitos (CGD) vai aumentar as comissões a partir de 1 de janeiro de 2020, nomeadamente nos custos cobrados pela gestão de contas e pelas transferências MBWay. Também o uso de cadernetas volta a ficar mais caro, exceto para clientes mais velhos e com rendimentos mais baixos.

A comissão mensal da conta ‘Caixa S’, a mais barata dos quatro pacotes que o banco público disponibiliza, vai subir de 2,80 € euros para 3,20 €. E isto se a conta for bonificada, ou seja, se o cliente, além de ter património financeiro e domiciliação do ordenado, aceitar subscrever duas autorizações de débitos diretos.

Caso contrário, o valor passa de 4 € para 4,95 €. Já as contas ‘M’ ‘L’ mantêm o custo de, respetivamente, quatro euros, sete euros, e o ‘Caixa Azul’ desce de sete para cinco euros.

A CGD aproveita a atualização do preçário para dar mais um passo na extinção das cadernetas, tanto mais que as novas regras europeias já só permitem a consulta de saldos nas máquinas. Em 2020, o levantamento ao balcão usando este documento sobe de 2,75 euros para três euros, enquanto a consulta ao balcão passa de um para dois euros.

Os clientes com mais de 65 anos e com menos rendimentos ficam isentos. Para compensar, a Caixa está a oferecer a primeira anuidade do cartão de débito. O objetivo é chegar ao fim do ano com 450 mil cartões distribuídos.

CGD também passa a taxar MBWay
A CGD vai passar a cobrar 88,4 cêntimos pela utilização do serviço MBWay. No entanto, mantém a isenção de custos para jovens com menos de 26 anos e para os utilizadores das aplicações da CGD. Fonte oficial do banco público garante que se trata de "um preço competitivo".

Recorde-se que vários bancos começaram este ano a cobrar pelas transferências imediatas.

A Deco tem contestado por considerar as taxas "desproporcionais".

Ordenado mínimo isento de comissão
A CGD vai isentar de comissões os clientes das contas de serviços mínimos que recebam abaixo do salário mínimo nacional. O custo para os restantes será de 34 cêntimos mensais, em linha com os limites do Banco de Portugal.

SAIBA MAIS
1876
Foi o ano em que a CGD introduziu a caderneta, um documento escrito à mão em que eram registados os valores depositados e levantados pelos clientes.

Regras europeias
A entrada em vigor de novas regras em setembro último veio limitar as operações com a caderneta, que só pode ser usada para consultas nas máquinas.
MBWay CGD Caixa Geral de Depósitos economia negócios e finanças serviços financeiros banca macroeconomia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)