Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

Câmara de Paços de Ferreira cria banco de terras

A Câmara de Paços de Ferreira e a cooperativa agrícola local anunciaram a criação de um banco de terras para que os munícipes possam criar pequenas hortas e vender os seus produtos num mercado semanal.
6 de Outubro de 2011 às 10:43
O autarca de Paços de Ferreira, Pedro Pinto
O autarca de Paços de Ferreira, Pedro Pinto FOTO: Ursula Zangger

Segundo fonte da autarquia, pretende-se retomar a tradição agrícola de um concelho onde a maioria das pessoas trabalha no sector industrial, sobretudo no ramo do mobiliário.

No mercado semanal, criado propositadamente para o efeito, poderão ser vendidos produtos hortícolas de qualidade, constituindo uma alternativa para os consumidores, cada vez mais habituados às grandes superfícies comerciais.

Um protocolo assinado entre a câmara e a cooperativa "A Lavoura" sublinha que as parcelas de terreno se destinam sobretudo a pessoas ou famílias que se queiram dedicar à agricultura nas horas vagas, garantindo uma receita suplementar nos orçamentos familiares.

Como incentivo, a cooperativa compromete-se a adquirir os produtos agrícolas, desde que estes cumpram determinados padrões de qualidade. Esses produtos serão depois colocados à venda nas suas instalações.

Esta acção, segundo os seus promotores, tem também como objectivo a preservação da paisagem rural de um concelho cada vez mais industrializado.

"É sabido que a agricultura familiar representa um importante papel na preservação, conservação e organização do território e da paisagem rural que durante muito tempo caracterizou o concelho", lê-se num comunicado da autarquia.

Paços de Ferreira Crise Horta Mercado Consumo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)