Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

Caprichoso invoca estatuto de arguido

Maria de Belém, presidente da comissão de inquérito parlamentar, revelou hoje aos deputados ter recebido uma carta da advogada que representa Luís Caprichoso, antigo administrador da SLN e braço-direito de Oliveira e Costa, assumindo que este é arguido num processo de contra-ordenação e por isso vai exercer o direito ao silêncio sobre quaisquer questões ou actos praticados durante o período que esteve no BPN.
17 de Março de 2009 às 17:14
Caprichoso invoca estatuto de arguido
Caprichoso invoca estatuto de arguido FOTO: D.R.

"Luís Caprichoso foi constituído arguido num processo de contra-ordenação e está impedido de responder a perguntas feitas por qualquer entidade sobre os factos que lhe foram imputados", leu Maria de Belém.

Segundo a advogada de Luís Caprichoso, "o inquérito parlamentar tem por objecto os mesmos factos", pelo que o antigo administrador "não responderá a quaisquer perguntas sobre os factos praticados durante o período em que esteve no BPN. Os deputados têm agora de ponderar e decidir se mantêm o interesse na audição de um dos nomes mais importantes ligados às irregularidades do BPN.

 

 

 

 

 

 

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)