Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

Carga fiscal é a maior de sempre

"Enorme aumento de impostos" anunciado por Vítor Gaspar rendeu aos cofres públicos o valor recorde de 57,8 mil milhões de euros em 2013.
16 de Maio de 2014 às 19:00
O ex-ministro das Finanças Vitor Gaspar anunciou a sobretaxa de IRS em 2012
O ex-ministro das Finanças Vitor Gaspar anunciou a sobretaxa de IRS em 2012 FOTO: Bruno Simão

A carga fiscal que os portugueses suportaram no ano passado foi a mais pesada de sempre: 57,8 mil milhões de euros. É o mesmo que dizer que em 2013 cada português pagou em média 5781 euros em impostos. A explicar o encaixe para os cofres do Estado está o "enorme aumento de impostos", nomeadamente a sobretaxa em sede de IRS, anunciada por Vítor Gaspar em 2012 e que só entrou em vigor no ano seguinte.

Os números ontem revelados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) apontam para um valor recorde de impostos, que chegou aos 34,9 por cento do Produto Interno Bruto (PIB). O mesmo é dizer que em cada 100 euros, quase 35 euros vão diretamente para os cofres públicos. É a maior carga fiscal pelo menos desde 1995, segundo os dados do INE. O perdão fiscal ocorrido no final do ano passado para encaixar receita extraordinária mas sobretudo a subida do IRS explicam este aumento.

Os impostos crescem, mas o PIB está em queda. Menos 0,7% no primeiro trimestre de 2014 face aos últimos três meses de 2013. É a terceira maior queda da União Europeia, a par do Chipre. A quebra deve-se à redução das exportações de bens e serviços.

Sinais de contração da economia que levam Bruxelas a deixar um aviso: se a saída limpa correr mal por causa do Governo, Portugal não poderá pedir um cautelar. Lisboa será forçada a recorrer a um segundo resgate.

carga fiscal maior de sempre
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)