Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

CDS-PP: retração de agentes económicos é consequência da instabilidade

INE confirma estagnação do PIB.
30 de Novembro de 2015 às 19:24
A vice-presidente da bancada do CDS-PP Cecília Meireles
A vice-presidente da bancada do CDS-PP Cecília Meireles FOTO: António Cotrim/Lusa

A vice-presidente da bancada do CDS-PP Cecília Meireles responsabilizou esta segunda-feira a "instabilidade política" gerada pela "atuação do PS" pela retração dos agentes económicos, nomeadamente no investimento, que revela o Instituto Nacional de Estatística (INE).

"O CDS alertou várias vezes para aquilo que infelizmente está agora a acontecer. A situação de instabilidade política que se gerou e que se gerou sobretudo pela atuação do PS tem consequências", afirmou à Lusa Cecília Meireles.

O INE divulgou esta segunda-feira a segunda estimativa das Contas Nacionais referentes ao terceiro trimestre, confirmando os números que tinha avançado na estimativa rápida conhecida a 13 de novembro: a economia portuguesa apresentou uma variação nula no terceiro trimestre face ao trimestre anterior e um crescimento de 1,4% em termos homólogos.

A economia abrandou no terceiro trimestre face ao segundo, quer em termos homólogos, uma vez que o PIB tinha aumentado 1,6% no segundo trimestre face ao mesmo período de 2014, quer em cadeia, já que a economia tinha aumentado 0,5% no segundo trimestre face ao trimestre anterior.

CDS-PP Cecília Meireles PS Instituto Nacional de Estatística INE CDS Contas Nacionais
Ver comentários