Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Cereja do Fundão dá 20 milhões por ano à economia local

Fundão tem 300 produtores de cereja.
22 de Maio de 2015 às 20:31
Paulo Fernandes, presidente da Câmara Municipal do Fundão
Paulo Fernandes, presidente da Câmara Municipal do Fundão FOTO: Edgar Martins
A cereja do Fundão e os produtos criados com esta matéria-prima representam mais de 20 milhões de euros por ano na economia local, revelou esta sexta-feira o presidente da autarquia, defendendo a necessidade de valorização dos produtores agrícolas.

Na apresentação da campanha de promoção da cereja para 2015, em Lisboa, o presidente da Câmara do Fundão, Paulo Fernandes, afirmou que o maior desafio é "dar o máximo de valor aos produtores", referindo que em 2014 o preço que lhes foi pago bateu "o recorde absoluto".

"No ano passado, estivemos muito perto de pagar dois euros em média ao produtor por quilo de cereja", disse o autarca, acrescentando que o trabalho de promoção deste produto local está a potenciar o valor pago para a economia local.

Fundão tem 300 produtores de cereja 
Existem cerca de 300 produtores de cereja no Fundão, distrito de Castelo Branco, que dão emprego direto, durante a época da cereja, a perto de duas mil pessoas, disse o presidente Paulo Fernandes.

Por ano, o concelho colhe "perto de seis mil toneladas de cereja", o que equivale a mais de 50% da cereja nacional. "A economia da cereja é já muito mais do que vender quilos de cereja", frisou o autarca, esclarecendo que "vale mais de 20 milhões por ano".

Num concelho com perto de 28 mil pessoas, "é um valor muito significativo", admitiu o presidente da Câmara do Fundão.
Fundão cereja 20 milhões de euros economia local Paulo Fernandes presidente Câmara do Fundão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)