Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

CGA envia cartas incitando a reforma mais tardia

A Frente Sindical da Administração Pública (FESAP) afirmou esta quarta-feira que os funcionários públicos que pediram aposentação estão a receber cartas da Caixa Geral de Aposentações (CGA) incitando a uma reforma mais tardia.
3 de Novembro de 2010 às 16:57
Na carta é referido por exemplo:  a esta data 'a sua pensão é x', mas se se reformar em 2012 a sua reforma  é y'
Governo irá obter esclarecimentos junto da CGA da situação relatada pela FESAP
Na carta é referido por exemplo:  a esta data 'a sua pensão é x', mas se se reformar em 2012 a sua reforma  é y'
Governo irá obter esclarecimentos junto da CGA da situação relatada pela FESAP
Na carta é referido por exemplo:  a esta data 'a sua pensão é x', mas se se reformar em 2012 a sua reforma  é y'
Governo irá obter esclarecimentos junto da CGA da situação relatada pela FESAP

De acordo com Nobre dos Santos, que falava aos jornalistas no final de uma reunião com o secretário de Estado da Administração Pública, Gonçalo Castilho dos Santos, estas cartas podem significar "dificuldades de tesouraria".        

Confrontado com esta denúncia, Castilho dos Santos garantiu que o Governo irá obter esclarecimentos junto da CGA da situação relatada  pela FESAP, mas "rejeitou liminarmente qualquer problema financeiro ou dificuldade  de tesouraria" do organismo.         

De acordo com Nobre dos Santos, a FESAP recebeu nos últimos dias denúncias  dos trabalhadores que receberam estas cartas, nas quais é referido por exemplo:  a esta data "a sua pensão é x", mas se se reformar em 2012 a sua reforma  é y".          

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)