Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

Chip facultativo mas pago

O dispositivo electrónico de matrícula, conhecido por chip, já não será obrigatório, e, também por isso, terá de ser pago pelo utilizador. Estas são duas das alterações negociadas entre Governo e PSD e que constam do decreto-lei que entra hoje em vigor.
8 de Setembro de 2010 às 00:30
Pagamento é virtual
Pagamento é virtual FOTO: José Coelho/Lusa

Estes aparelhos, semelhantes aos da Via Verde, destinam-se à cobrança electrónica de portagens nas auto-estradas sem custos para o utilizador (Scut). O documento ontem publicado em Diário da República integra exigências do PSD, nomeadamente quanto à adesão voluntária e à exclusividade da utilização – ou seja, o chip não poderá ser usado para outros fins.

Apesar deste enquadramento, continua por fixar uma data para a cobrança de portagens nas Scut da Costa da Prata, do Norte Litoral e do Grande Porto.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)