Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

Cimeira de Londres pode ser catastrófica

A cimeira do G20 em Londres pode tornar-se catastrófica se o anfitrião, o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, distrair a atenção com temas como as taxas cobradas pelos banqueiros ou os paraísos fiscais, advertiu a patronal britânica.
11 de Março de 2009 às 11:53
Gordon Brown, primeiro-ministro britânico, já criticou a existência de paraísos fiscais e defendeu a criação de novos regulamentos globais para combatê-los
Gordon Brown, primeiro-ministro britânico, já criticou a existência de paraísos fiscais e defendeu a criação de novos regulamentos globais para combatê-los FOTO: d.r.

De acordo com o presidente da Confederação da Indústria Britânica, Martin Broughton, a próxima cimeira deverá debruçar-se sobre assuntos como a luta contra o proteccionismo e nas medidas para estimular a economia global.

Em declarações ao 'Financial Times', Broughton, que também é presidente da British Airways, afirmou que 'empatar-se com assuntos irrelevantes' para resolver a crise económica mundial é 'quase catastrófico' quando se tem, pelo contrário, 'a oportunidade de fazer com que as coisas sejam diferentes'.

O presidente da patronal britânica defendeu ainda que enfrentar a recessão é um assunto prioritário e afirmou que apoia o apelo feito por Larry Summers, principal assessor económico da Casa Branca, para que os países aumentem a injecção de dinheiro na economia.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)