Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

Combustíveis sobem défice

De Janeiro a Abril o défice da balança comercial aumentou 3,7%, impulsionado pelo aumento de 22,4%o das importações, indicam os dados divulgados ontem pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).
11 de Julho de 2006 às 00:00
Para o comportamento das importações contribuiu sobretudo “o aumento do Grupo dos Combustíveis”. De Janeiro a Abril, os combustíveis e lubrificantes destacaram-se nas entradas, com um aumento de 52,1%, apesar de, nas saídas, a mesma categoria ter sentido um acréscimo de 85,3%.
No comércio internacional, as saídas e as entradas registaram, no mesmo período, variações homólogas de 7,9% e de 6,4%, respectivamente. Já a taxa de cobertura foi de 63,9%, o que corresponde a uma melhoria de 0,9 pontos percentuais face ao mesmo período do ano anterior.
Os resultados acumulados do comércio intracomunitário revelam que houve um crescimento de 4,3% nas expedições e de 1,8% nas chegadas.
No comércio extracomunitário as exportações cresceram 24,6 por cento enquanto as importações aumentaram 22,4 por cento.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)