Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

Combustíveis travam descida antes de subir

Ano Novo traz aumentos superiores a cinco cêntimos por litro na hora de atestar o carro.
Pedro H. Gonçalves 27 de Dezembro de 2014 às 09:01
Posto de combustível FOTO: D.R.

Os preços dos combustíveis estão a cair há mais de cinco semanas consecutivas, mas essa tendência vai ter um travão. É que a recuperação do petróleo nos mercados internacionais deixam perceber que o preço da gasolina e gasóleo não vão descer para a semana. E no dia 1 de janeiro podem subir até 6,5 cêntimos por litro na gasolina e 5,1 cêntimos no gasóleo.

Se até esta semana é possível encontrar o gasóleo abaixo de um euro por litro em vários postos de combustíveis espalhados pelo País (ver gráfico), a verdade é que esta situação não vai durar.


A 1 de janeiro, a fiscalidade verde vai castigar o preço dos combustíveis, quer através do aumento da contribuição de serviço rodoviário, quer através da introdução da taxa de CO2 e ainda a obrigação de inclusão de um álcool na gasolina e de biocombustível no gasóleo.

Ontem, o barril de petróleo (Brent), que serve de referência para a Europa, abriu em alta, mas acabou por fechar abaixo dos 59,44 dólares, uma descida em relação à última sessão. 

combustíveis travam descida subir
Ver comentários