Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Comissão contesta cobrança de portagens no IP-8

A Comissão de utentes do IP-8 criticou esta segunda-feira a possibilidade de cobrança de portagens na auto-estrada que vai ligar Sines a Beja, um medida governamental que considera “mais um atentado contra as populações de uma região que precisa de incentivos para o desenvolvimento e não de mais impostos, encapotados ou não”.
3 de Dezembro de 2007 às 14:18
As críticas surgem depois de o Primeiro-ministro, José Sócrates, e de o ministro das Obras Públicas, Mário Lino, terem lançado domingo, em Beja, o concurso público para a concessão Baixo Alentejo. O projecto inclui a construção e exploração do Itinerário Principal entre Sines e Beja, numa extensão de 85 quilómetros e com perfil de auto-estrada.
A comissão, que integra os 13 autarcas das juntas de freguesia de Beja e Serpa e cerca de 150 empresas e entidades dos dois concelhos, reivindica um itinerário “com perfil de auto-estrada e sem portagens”.
“É até ridículo que um Governo, que ainda por cima se arvora em defensor do interior do país, pretenda ligar uma capital de distrito, Beja, por auto-estrada até ao litoral e por uma estrada em meados do século passado até à fronteira, a apenas 60 quilómetros”, lê-se no comunicado da comissão.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)