Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3

Comissão Europeia avalia descontinuação das moedas de um e dois cêntimos em 2021

Em causa estão critérios de custo e aceitabilidade pública.
Lusa 28 de Setembro de 2020 às 12:15
Moedas de um e dois cêntimos
Moedas de um e dois cêntimos FOTO: Getty Images
A Comissão Europeia lançou esta segunda-feira uma consulta pública para avaliar o impacto sobre a utilização das moedas de um e dois cêntimos, admitindo a sua descontinuação até final de 2021 devido a "critérios de custo e aceitabilidade pública".

"A Comissão Europeia lançou hoje uma avaliação de impacto sobre a utilização de moedas de um e dois cêntimos. Isto inclui uma consulta pública, [...] terá a duração de 15 semanas, a fim de envolver um vasto leque de interessados, incluindo outras instituições, autoridades nacionais relevantes, consumidores e sociedade civil", anuncia a instituição em nota de imprensa.

No final de tal consulta pública, Bruxelas decidirá "se se justifica uma proposta legislativa sobre a introdução de regras uniformes de arredondamento para os pagamentos em numerário na zona euro e possivelmente sobre a descontinuação das moedas de um e dois cêntimos", de acordo com a mesma informação.

Comissão Europeia economia negócios e finanças macroeconomia dinheiro moedas
Ver comentários